//
você está lendo / you're reading...
artes visuais, cinema, desenho, documentário, educação, internet, producão cultural, reportagem, televisão, vídeo

O Brasil, a América Latina e o mundo na tela da TVE

Por Rodrigo dMart

Em julho de 2012, assumi a Coordenação de Projetos Especiais – nova área criada junto à Diretoria de Programação da TVETelevisão Educativa do Rio Grande do Sul – com o desafio de produzir documentários especiais na emissora e articular intercâmbios de conteúdos audiovisuais com o Brasil e com América Latina.

No mesmo ano, a emissora exibiu as mostras “África Hoje“, com documentários contemporâneos sobre a diversidade da cultura africana, e “Vídeos nas Aldeias“, com filmes realizados por cineastas indígenas no Brasil. Mostras realizadas através de parcerias com a produtora Dona Rosa Filmes, o antropólogo e documentarista Vincent Carelli, projeto Vídeo nas Aldeias, com apoio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Em novembro de 2012, a TVE estreou “Recortes“, faixa de programação destinada a séries e documentários. Em comemoração a um ano de exibição deste programa, a emissora vai veicular o especial “A Fortuna de William Kentridge“, sobre a obra do artista plástico sul-africano, o décimo documentário produzido pela TVE, desde 2011. A exibição será no próximo sábado, dia 09/11, às 22h30.

kentridge

Reprodução de obra do artista plástico sul-africano William Kentridge.

O sucesso de “Recortes” só foi possível graças à colaboração de diversos cineastas, produtores e instituições que, gentilmente, cederam seus trabalhos para exibição na Televisão Educativa.

E no dia 28/11, às 23h30, a TVE estreia “Recortes Internacional” com documentários e séries latino-americanos, parceria da emissora com a TAL – Televisión América Latina, rede de televisões culturais latino-americanos. A nova faixa inicia com a exibição da série de documentários “Os Latino-Americanos”.

Aos poucos, o resultado foi surgindo. Fruto de muita labuta, paciência, esforço e articulação dos profissionais da TVE, emissora gerida pela Fundação Cultural Piratini. É a arte de fazer muito com pouco, com talento e criatividade, semeando um laboratório de vanguardas.

Abaixo, republico uma notícia bacana escrita pela colega Anahy Metz, publicada no site da emissora, nesta semana.

. . . . . . . .

TVE se consolida como espaço de fomento à produções audiovisuais regionais e nacionais

A TVE, emissora pública gerida pela Fundação Cultural Piratini, vem se consolidando como um dos principais canais abertos da televisão brasileira a abrir janela para a exibição de produções audiovisuais independentes produzidas no Rio Grande do Sul, no Brasil e também no exterior. Desde o início da atual gestão em 2011 estrearam na programação dois programas focados na temática: o Curta TVE, que dá espaço à produção universitária, e a Faixa Recortes, que apresenta principalmente documentários produzidos no Estado e no Brasil. Desde o início da exibição dos programas, a TVE já exibiu 138 filmes produzidos produzidos regional e nacionalmente, sendo que destes, 92 são elaborados de maneira independente e 61 deles foram produzidas no Estado.

A emissora pública também está fortalecendo a produção audiovisual no Estado por meio de participação nos editais do Fundo de Apoio à Cultura em 2012 e em 2013. Para dar visibilidade à produção local, a TVE abrirá  janelas para exibição do material selecionado. Além disso, o canal abriu um chamamento público para produtoras do RS e selecionou no início deste ano quatro projetos para captar recursos do Fundo Setorial do Audiovisual da ANCINE. Ainda para o mês de novembro está prevista a estreia de uma nova faixa com destaque para a produção audiovisual internacional, principalmente da América Latina.

Editais do FAC e Prodav

Por meio da parceria da SEDAC no Edital do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-RS) em 2012 e também em 2013, a TVE está fortalecendo a produção audiovisual independente no Rio Grande do Sul e abrindo janela para exibição em TV aberta para todo o Estado. Para o primeiro edital, foram destinados R$ 1.2 milhão e selecionados 4 projetos de minisséries e 12 projetos de documentários, que já estão sendo finalizados e em breve estreiam na programação. O novo edital, também no valor de R$ 1.2 milhão para a produção de 4 minisséries e 10 documentários, fica aberto até o dia 19 de novembro.

A TVE selecionou também quatro produções audiovisuais por meio de chamamento público para captação de recursos do Fundo Setorial Audiovisual, o PRODAV, da Agência Nacional de Cinema/BRDE. Os escolhidos entre os 27 projetos recebidos foram: a minissérie “Filosofinhos”, da Otto Desenhos Animados e os documentários “Quando a Lagoa Salga”, da Corte Seco; “O Caso das Mãos Amarradas”, da Casa de Criação, e “Xadalu” da Zeppelin Filmes .

Faixa Recortes e Curta TVE

Nos últimos dois anos, a TVE contabiliza e exibição de 61 filmes independentes distribuídos entre o programa Curta TVE e a Faixa Recortes, que dá destaque à produção regional e nacional com apresentação de obras a partir de parcerias institucionais. O material exibido tem como característica a valorização das culturas locais e da cultura nacional. A abordagem de assuntos como artes plásticas, teatro, dança, cultura regional, lendas, mitos, literatura, filosofia, infra estrutura das cidades, homossexualidade, acessibilidade, além de obras de ficção são o foco do Recortes, que já exibiu 57 produções desde a estreia em novembro de 2012.

A faixa de programação também destaca a produção exclusiva de documentários pela TVE, tendo sido exibidos 9 documentários, a maioria com temática cultural tais como Regina Silveira, Torres Garcia, Dança Alegre Alegrete, entre outros. Para celebrar o aniversário de um ano dessa programação, no dia 9 de novembro, às 22h30, será exibido o décimo documentário exclusivo produzido pela emissora pública sobre o artista plástico William Kentridge.

Já o Curta TVE exibiu nos últimos dois anos um total de 81 curta metragens, sendo que destes, 28 são do RS. O programa também se caracteriza pelas mostras de filmes produzidos no interior do Estado, tendo sido exibido material das cidades de Santa Maria, Pelotas, Porto Alegre, Bento Gonçalves, Ivoti, Chuí, entre outras. A atração destaca ainda os vários gêneros cinematográficos realizando mostras de animação e de cinema fantástico por exemplo. Do total de filmes apresentados pelo Curta TVE, 35 deles são independentes.

Juntos, o Curta TVE e a Faixa Recortes exibiram em 2012 e 2013 um total de 138 filmes, entre produções regionais e nacionais. No Recortes, em um ano, foram exibidos 33 filmes entre documentários e ficção produzidos no Rio Grande do Sul e 15 produzidos nacionalmente. Destes, 19 foram elaborados de maneira independente.

Parcerias institucionais importantes foram estabelecidas pela Fundação Cultural Piratini para viabilizar a exibição plural das produções audiovisuais tais como: Cosmonauta, Cumbuca Filmes, Dona Rosa Filmes, Epifania Filmes, Fronteiras do Pensamento, Itaú Cultural, Modus Produtoras, União Européia, Surreal Filmes, Stricher Filmes, TVE Bahia, Virtual Pictures e Verte Filmes. E foram veiculadas obras de importantes diretores como: Boca Migoto, Felipe Diniz, Hique Montanari, Guilherme Castro, Marta Biavaschi, Pedro Zimmermann, Renata Heinz, entre outros.

Novidades – Faixa Recortes Internacional

A Fundação Piratini está firmando parcerias com a TV Câmara, SescTV e TV Escola para a veiculação de novos produtos audiovisuais na Faixa Recortes. Está prevista para o segundo ano da Faixa a exibição da animação Morte e Vida Severina, produzida pela TV Escola, canal educativo do Ministério da Educação. A produção contém o texto integral do consagrado Auto de Natal escrito por João Cabral de Melo Neto e desenhos baseados nos quadrinhos do chargista Miguel Falcão. O filme foi finalista do Japan Prize na categoria Educação Continuada.

Ainda está previsto para o dia 27 de novembro, às 23h30, a estreia da Faixa Recortes Internacional com a exibição do documentário Los Latino Americanos, viabilizado pela parceria institucional com a Televisión América Latina (TAL) – Rede de Televisões Culturais da América Latina. A TAL é uma rede de intercâmbio e divulgação de produções audiovisuais de 20 países latino americanos. A nova faixa na programação da TVE terá horário alternativo aos domingos, às 16h.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter – dMart

Twitter – Yara

Imagina Conteúdo Criativo no Facebook

%d blogueiros gostam disto: