//
você está lendo / you're reading...
cinema, quadrinhos

Fazendo do inferno um filme melhor

Cada dia, fico mais fã deste cara. O mexicano Guillermo del Toro transita em Hollywood, faz o pé de meia e fica livre para tocar seus próprios projetos.

Hellboy 2 – O Exército Dourado é um filme bacana, acima da média, diverte e (no qual del Toro) se diverte com os próprios clichês dos gêneros de fantasia e aventura. Mas aí que está. O diretor acerta o ponto, equilibra humor, ação e efeitos especiais.

Aliás, um dos acertos do cineasta é justamente conjugar os efeitos de CGI (computer graphics imagery), que acabam ficando datadas ou artificiais, com outras técnicas de animação (como “animatronics”). A direção de arte é, desculpe a palavra, fantástica. Há uma cena no mercado de trolls, povoado com seres imaginários de toda espécie, que deve ter feito George Lucas ficar invejoso.

Além da direção, Guillermo del Toro assina o roteiro e o argumento, em colaboração com Mike Mignola, criador do personagem Hellboy nos quadrinhos.

Bueno, para quem não conhece o cara, sugiro o excelente “O Labirinto do Fauno” (2006), uma fábula fabulosa ambientada em pleno regime fascista de Franco (época também retratada em “A Espinha do Diabo“, de 2001), e o competente suspense-casa-mal-assombrada “O Orfanato” (2007), em que assume a faceta de produtor.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter – dMart

Twitter – Yara

Imagina Conteúdo Criativo no Facebook

%d blogueiros gostam disto: